segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Fusilli com Atum

Estava eu à conversa com a minha amiga Marta Alves (os trabalhos da Marta), no facebook, e já o relógio marcava 13:40h.
A fome já era muita, e por isso mesmo o cérebro recusava-se a gerar ideias.
Para o almoço, quero eu dizer.
Questionei a Marta, sobre alguma ideia e ela sugeriu alguns ingredientes.
Massa, atum, salsichas, legumes etc.
Então, e depois de me despedir da minha querida amiga, lá me dirigi para a cozinha, com a barriga a dar horas.
Dentro do frigorífico nada me atraía. O frio repudiava qualquer iniciativa.
No armário, lá estavam as massas, mas massas... Calorias.... Açúcar ....
Vacilei. Mesmo assim coloquei a água para ferver e escolhi Fusilli.
Umas quaisquer 100 gr são o necessário para uma refeição de adulto.
Agora, restava a dúvida...
Massa, com quê?
Salsicha, não me apetecia. Atum, não estava muito inclinada. Cogumelos, talvez...
Depois de alguma reflexão, confusa pela escassez de açúcar no sangue, que me toldava o mais básico raciocínio, elegi o atum.
E assim, surgiu este Fusilli com Atum. :)
Pois é, a comida estava tão boa que fez ressurgir em mim a veia literária que há algum tempo tem andado esquecida.
Só para terminar, queria dizer, que a inspiração para este prato veio de um pastel de massa tenra que provei há uns bons 10 anos numa viagem a Espanha. :)
Que delicia de pastel....

Provem e deliciem-se...


Receita (1 pessoa)

Ingredientes:
1 cebola pequena
1 tira de pimento vermelho
1 lata de atum em água (fonte natural de Ómega 3)
sal q.b.
azeite q.b.
1 colher de chá de margarina vegetal
100 gr de massa fusilli
1 colher de sopa de farinha de trigo
1/4 dl de leite

Preparação:

Coloque cerca de 2 l de água a ferver aromatizada com uma pitada de óregãos em folha e uma pitada de sal.
Quando estiver a ferver, coloque a massa e deixe cozinhar. Depois de cozida, escorra a água deite umas nozinhas de margarina e reserve.

Pique a cebola bem fininha, junte um pouco de azeite e a tira de pimento em pedacinhos muito pequenos.
Cubra com a tampa e deixe cozinhar lentamente até a cebola se apresentar transparente e o pimento macio.
Junte o Atum escorrido e envolva de forma a criar um polme.
Deixe cozinhar por 5 min em lume brando.
Deite o leite e a colher de chá de margarina. Derreta a margarina, mexendo sempre para incorporar.
Por fim, polvilhe o polme com a farinha e envolva bem.
Deixe cozinhar por mais 5 minutos, sempre em lume brando. Se necessário, juntar mais um pouco de leite, por forma a evitar que seque demasiado.
Retifique os temperos.
Coloque no fundo de um prato côncavo, a massa, acomode por cima o polme de atum e pimento. Sirva de imediato.

Bom Apetite

17 comentários:

  1. Pois, já o Eça se deixava inspirar por umas favas. Barriguinha consolada é outra coisa. Um prato de massa não nos deixa cair depois noutras tentações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Helena, e então eu que adoro sentir a barriguinha consolada :)
      Beijinhos amiga.

      Eliminar
  2. Que buena elección, pasta con atún, me ha gustado :=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria.
      Pois eu inspirei-me num pastel de massa tenra que comi em Espanha há 10 anos atrás. :)
      Beijinhos e prova que é mesmo bom.

      Eliminar
  3. Por vezes nestas alturam são quando surgem os pratos mais surpreendentes no sabor!!!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer Susana. Muitas vezes o mais simples é o que sai melhor.
      Beijinhos grandes

      Eliminar
  4. Que sugestão deliciosa Alice!!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  5. Super apetitoso.. Adoro massa seja com o que for :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A massa... A minha perdição. Acho que devia ter nascido lá para os lados da Itália :)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Esse fusilli ficou perfeito, boa escolha amiga!
    bjsss e bom dia

    ResponderEliminar
  7. Uma óptima sugestão
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Belinha.
      Espero que experimentes e depois me digas o que achaste.
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Alice
    Pois é, de barriguinha satisfeita a veia literária manifesta-se com impetuosidade... achei imensa graça!
    Quem me dera que comigo assim fosse: gordinha como estou, Fernando Pessoa ou Antero de Quental... onde ficariam?!!!
    Um beijo e parabéns pela sua boa disposição.
    Teresinha

    ResponderEliminar

Olá. Obrigado pela sua visita e pelo seu comentário.
Beijinhos